top of page

Sobre dar o seu melhor...


Recentemente eu tenho refletido muito sobre o que é o meu melhor.

Vivemos em uma sociedade que estimula a todo momento a alta produtividade, frases como, “se você não conquistou o que queria foi porque você ainda não deu o seu melhor” são bem comuns.

Eu acredito que a maioria das pessoas que falam sobre isso, pensam que está ajudando o outro a se sentir motivado. Porém, estes tipos de frases acaba gerando mais autocobrança do que motivação.

Eu confesso que eu faço parte do grupo de pessoas que se cobram para oferecer sempre o melhor. Mas, isso parece ser muito subjetivo e pouco prático. Até porque o “meu melhor” será sempre diferente do “melhor” do outro. Então, refletindo nesta perspectiva sobre o que é o meu melhor, eu pensei que talvez “dar o meu melhor” por algo ou em alguma situação, seria apenas estar presente na situação, com o máximo de atenção que eu pudesse.

E, isso fez muito sentido para mim, trouxe até um pouco mais de leveza para o excesso de atividades que eu tenho encarado nos últimos meses, eu pensei que estar ali conectada com o momento presente me faz ser eu mesma, e, entrar em contato com aquilo que realmente é importante, no momento.

E o que é estar presente? Para mim, estar presente em uma situação é estar ali atenta, sem muitos julgamentos e pensamentos que me impeçam de focar no que realmente está acontecendo.

Estar presente talvez seja mergulhar no momento presente, sem muitas cobranças e julgamentos sobre si mesmo e sobre a situação. Talvez seja prestar atenção nos sentimentos e emoções que aparecem diante de um evento. Não acho que seja algo simples, ainda mais na sociedade em que vivemos, ao qual nos oferece vários estímulos o tempo todo, para nos distrairmos de nós mesmos. Mas, é um desafio que podemos propor a nós mesmos, de não fugir de si, não fugir dos seus próprios pensamentos e sentimentos e apenas vivenciar o que está acontecendo no agora.

Portanto, a pergunta que fica é, você consegue estar verdadeiramente presente nas situações da sua vida sem fugir de si mesmo e daquilo que você está sentindo?

Responda aqui em baixo e reflita comigo.

Beijos,

Nathália Lopes

Psicóloga

28 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

2 Comments


Jones Caldeira
Jones Caldeira
Jan 13, 2022

Acredito que hoje com o grande volume de informações sendo bombardeadas todos os dias em nossos celulares, televisores e Internet, acabamos desfocando facilmente do que realmente é importante, lendo o seu artigo hoje me faz refletir que de fato não estou focado totalmente no que eu tenho que fazer, e me fez crer também que de fato temos que ser seletivos e não nos cobrarmos tanto em ter que saber sobre tudo, mas sim o que realmente seja relevante para o nosso presente.


Gratidão por compartilhar os seus conhecimentos conosco.


Jones Caldeira

Like
Nathalia Lopes
Nathalia Lopes
Jan 31, 2022
Replying to

Muito legal, saber que fez sentido para você meu texto. Obrigada por compartilhar. Fico feliz com sua reflexão. Abraços Nathália

Like
bottom of page